• 09/03/2009 - por Luiz de Paiva

    É comum perceber que há alguma dificuldade de muitos profissionais e líderes em compreender o conceito de motivação e como motivar as pessoas.   Claro que o tema não é simples, somos seres humanos, cada um com suas características, atitudes e preferências.   Na realidade, motivação pode ser um assunto extremamente complexo.

    Esta complexidade pode ser reduzida quando levamos o conceito de motivação a seu nível mais básico.  Uma explicação crua e simples pode ser o ponto de partida para aprender a mudar o comportamento das pessoas.  Portanto, é isso que vou fazer neste artigo:  tratar da base que está por trás de duas questões:  o que é motivação, e como motivar pessoas.

    O Que É Motivação?

    Motivação pode ser definida como o fato que gera um movimento.

    Isto é tudo que você precisa saber sobre o que é motivação…. mas podemos completar o conceito com alguns exemplos:

    • Se a pessoa está com fome (o fato), ela se move para conseguir comida.
    • Se a pessoa quer mais dinheiro para sua família (o fato), ela se move para trabalhar mais ou crescer na carreira.
    • Se a pessoa quer prejudicar um colega (o fato), ela se move para criar fofocas e sabotar seu trabalho.

    Há que entender que motivação não é algo que uma pessoa tem ou não.  Todos temos desejos e necessidades (os fatos), portanto existe a motivação…  o que não está presente muitas vezes são as condições para que a pessoa se movimente em direção a estes fatos.

    Como Motivar Pessoas ?

    No primeiro item, definimos que motivação é um fato que gera um movimento.  Motivar, portanto, é inventivar as pessoas a executarem ações.  A ação pode ser entendida através de uma fórmula simples:

    Ação = Motivação – Obstáculos

    Quando uma pessoa deseja algo, sempre há obstáculos para atingir suas metas.  A fórmula acima diz que motivar (causar a ação) só acontece quando a motivação é maior que os obstáculos.   A partir disso, chegamos a duas possíveis formas de motivar:

    • Aumentando a motivação (ou seja, o fato desejado pela pessoa)
    • Reduzindo os obstáculos

    Um exemplo prático

    Vamos novamente a um exemplo:   você deseja que sua equipe trabalhe durante o final de semana para completar um projeto importante, e precisa motivá-la para que a produtividade e qualidade não desabem.

    Para que você consiga esta ação (trabalho produtivo e de qualidade durante o final de semana), há que aumentar a motivação ou reduzir os obstáculos.   Você poderia gerar uma lista com possíveis motivações e obstáculos, com alternativas para mudá-los.  Por exemplo:

    Motivações:

    • Retorno financeiro:  um bônus se o projeto concluir no prazo com a qualidade desejada.
    • Reconhecimento:  uma carta sua para o diretor da empresa ressaltando o esforço e dedicação da equipe
    • Benefícios:  a promessa de enviar a equipe a um treinamento após a conclusão do projeto.
    • Manutenção do emprego:  ameaçar demitir quem não compareça e entregue resultados (é um péssimo caminho, mas não deixa de ser um motivador).

    Obstáculos:

    • Cansaço físico:  oferecer um day spa a cada membro da equipe após concluir o projeto
    • Distância da Família:  assegurar 3 dias de descanso em casa após a entrega do projeto
    • Ausência de transporte da empresa no final de semana:  permitir que todos peguem um taxi até a empresa no dia

    Vejam que os conceitos são realmente simples, mas não deixem se enganar pela simplicidade.  O exercício de definir motivadores e obstáculos, com atitudes para cada um, com o objetivo de gerar ações de sua equipe, pode ser muito desafiador.  Por isso mesmo você não pode se perder nas duas idéias mais básicas:  o que é motivação e como motivar alguém.


  • 41 Comments to “Conceito de Motivação”

    • Márcia Honda on 10/03/2009

      Olá Luiz de Paiva!
      Gostei do tema que você abordou: realmente motivação é algo que deve ser alvo constante de nossa preocupação e atenção.

      Depois que li seu texto, parece non-sense, mas fiquei refletindo se há realmente meios de motivar as pessoas, já que a motivação é algo que vem de dentro de cada um. Talvez, caberia a nós, apenas criar situações favoráveis para que cada um consiga se motivar (já que se sendo algo interno de cada empregado, não estaria sob a nossa governabilidade – pelo menos não diretamente).

      Outro ponto a ser tocado é que as estratégias para se criar estas situações mais favoráveis também parecem depender do nível de maturidade e do estágio da carreira de cada subordinado (ou seja, para interesses diversos, estratégias diferenciadas de abordagem).

      Qual a sua opinião (e as dos demais leitores) sobre o assunto?

      Agradeço todas as contribuições.

      Abraço,
      Márcia Honda

    • Luiz de Paiva on 10/03/2009

      Olá Márcia,

      Em minha visão você está corretíssima. Não há como motivar alguém, somente é possível criar as condições para que as ações aconteçam.

      Claro que este é um tema polêmico… alguns especialistas em motivação terão uma opinião diferente. Mas acho que por isso mesmo vale a pena abordar o tema.

      O outro ponto que você abordou também é importante. É aí que está a complexidade da motivação. Cada “público” merece uma estratégia de motivação diferente, e mesmo dentro de um grupo, não podemos generalizar os interesses e desejos.

      Abraços!

    • Aécio on 16/03/2009

      Apenas aprofundando no que já foi dito pela Márcia e pelo Luiz:

      Acredito que um bom caminho é incentivar as pessoas a se conhecerem melhor, a serem autoconfiantes. Tendo em vista que motivação é algo subjetivo, logo, intrínseco a cada um, a melhor forma de fazer com que a pessoa se motive é fazer com que ela tenha um tempo pra si.

      “Auto-motivação é um exercício constante de reflexão sobre nós mesmos, de perceber como estamos e o que podemos fazer. Sua felicidade e seu entusiasmo está em você, por isso se não está bom: MUDE! Não espere o mundo mudar, mude você! Desta forma encontramos nossas verdadeiras fontes de energia e motivação.”

      O que eu acho interessante sobre automotivação é que é algo geral, pessoas que se valorizam e etc., passam a viver, isto é, conseguem valorizar pequenos fatos, seja dormir, comer, trabalhar, algo que para muitos é meio sem sentido.

      Enfim, claro que é um tema polêmico. [2]

    • Clever Rogério on 18/03/2009

      Gostei muito da forma prática como abordado o tema. Tenho estudado muito esse assunto, além de anos liderando equipes em busca de resultados. Todo mundo que fala desse assunto fala com propriedade mas repete sempre; ou seja, a velha frase que ninguem motiva ninguém. Cadê a propriedade então, se repito sempre. Discordo.
      Se eu sou capaz de desmotivar alguem (se for um líder desajustado sobre vários ou todos os pontos, por exemplo) também sou capaz de motivar, aqui entendido pela explcação de que sou capaz de fazer as pessoas se moverem para. E está corretíssimo o esclarecimento do Luiz de Paiva, ao demonstrar que quando você remove ou diminui os obstáculos você cria os ingredientes para que as pessoas se movam. Vamos explicar pela inércia. As pessoas se levantam e vão trabalhar, a despeito de qualquer atitude da minha parte como líder, pois elas teem a motivação da necessidade. Pois bem, eu nada fiz e elas estão motivadas. Ai eu faço um convite para que cheguem 1 hora antes para conseguirmos entregar um trabalho no horário e ofereço café da manhã, bônus e saída uma hora mais cedo. Quem falar que eu não provoquei ação dessas pessoas (portanto motivei-as, dei-lhes um motivo), desculpe-me, mas perdeu o juízo. A motivação já está explicada sob a hierarquia das necessidades e se tudo que fizermos vier atender a essas necessidades (pode ser um simples ambiente limpo e pintado de uma cor que agrada), motivamos sim, provocamos a ação das pessoas. Esse tema não pode ser tão complexo quanto física nuclear ou física quantica, chega. Se sabemos como desagradar (desmotivar) sabemos como agradar (motivar).

    • Luiz de Paiva on 30/03/2009

      Olá Clever,

      Ótimos comentários, obrigado! Você entendeu muito bem o conceito, e seu exemplo se encaixa perfeitamente com o que tentei expor no artigo.

      Abraços!

    • Marc Fast Jobs on 09/04/2009

      O seu texto é muito bom: simples e vai direto ao ponto. Porém, não podemos tratar a motivação como uma coisa completamente passiva, como se sempre alguém tivesse que nos motivar a alguma coisa.

      A auto-motivação também é muito importante. Precisamos definir quais são as nossas aspirações, ambições e metas na vida. Assim, passamos a nos motivar de dentro para fora, independentemente de quão motivador é o ambiente onde estamos inseridos.

    • Angela Paes on 06/05/2009

      BOM DIA!….GOSTEI DO TEXTO PELA OBJETIVIDADE. MUITO BOM MESMO. QUERO FAZER APENAS ALGUNS COMENTÁRIOS. VAMOS LÁ:
      1-NO MERCADO EM GERAL É MTO COMUM A CONFUSÃO CONCEITUAL ENTRE ESTIMULAÇÃO E MOTIVAÇÃO. E, COMPREENDER ESSA DIFERENÇA PODE SER O PULO DO GATO PARA NÓS GESTORES.
      2-HÁ TEMPOS AFIRMAMOS CATEGORICAMENTE E DE MODO UM TANTO IRREFLEXIVO QUE A MOTIVAÇÃO É INTRÍNSECA, E QUE NÃO É POSSÍVEL MOTIVAR PESSOAS- COMO SE O ESTADO MOTIVACIONAL PUDESSE TORNAR O INDIVÍDUO “IMUNE “A QUALQUER INFLUÊNCIA DO MEIO. É SÓ PENSARMOS NA REALIDADE DO DIA -A-DIA!!!. PESSOAS MOTIVADAS, QUANDO ENCONTRAM O OBJETO DE SUAS MOTIVAÇÕES AUMENTAM SEU ESTADO DE BUSCA. O PROBLEMA NÃO É ESSE. TALVEZ TENHAMOS QUE REVISAR NOSSAS LENTES CONCEITUAIS E ADQUIRIR MAIS O HÁBITO DA REFUTAÇÃO, PORQUE O QUE LEMOS SOBRE O TEMA DEIXA MUITO A DESEJAR.
      MUITO OBRIGADA A TODOS. SUCESSO. ÓTIMO TEXTO!
      ANGELA PAES!

    • Luiz de Paiva on 16/05/2009

      Olá Marc,

      Concordo com seu ponto de vista. Em minha opinião, a auto-motivação também se encaixa neste contexto. Muitas pessoas têm dificuldades em se auto-motivar, e ao reforçar os fatos desejados, e identificar e remover obstáculos, elas podem conseguir aquela força que buscam.

      Abraços!

    • Luiz de Paiva on 16/05/2009

      Oi Angela,

      Obrigado pelos ótimos comentários. Concordo 100%.

      Abraços!

    • Danúsio Dutra on 03/06/2009

      A motivação é uma ação influenciada por um motivo, este muitas vezes é confuso e geralmente perde-se a motivação por não ter legível o que preferencialmente queremos, buscamos. daí a maioria das pessoas afirmarem estar motivadas a buscar uma determinada condição ou estado e no decorrer do processo enfraquecem, desistem e migram para outros desafios deixando de lado projetos que ficam intermináveis. O processo de motivação deve ser seguido de etapas para se chegar a uma ação que permita o alcance da necessidade inicial que gerou a ação, neste caso podemos citar a procura de estabilidade profissional que todos buscam, se perguntarmos o porque deswta perseguição teremos basicamente a mesma resposta: Para viver com tranquilidade e segurança, satisfazendo as mais básicas e ao longo do processo as de autorealização…Hoje, agimos conforme as circunstância e não conforme um planejamento que prever ameaças, oportunidade, forças e fraquezas e principalmente aonde estamos e devemos chegar numk determinado periodo.

      Danúsio Dutra
      Adm. de Empresas
      (88)99658808

    • Luiz de Paiva on 04/06/2009

      Olá Danúsio,

      Obrigado, seus comentários complementam bem o que escrevi. Somente acho que não devemos generalizar os objetivos de todos como “Para viver com tranquilidade e segurança, satisfazendo as mais básicas e ao longo do processo as de autorealização”.

      Existem as mais diferentes personalidades e ambições. Conheço (muitos) profissionais que arriscam a segurança de um emprego para empreender, mudar de empresa e tomar outras decisões difíceis em nome de uma ambição maior.

      Agora, que normalmente falta planejamento às pessoas… isto estou 100% de acordo!

      Abraços!!

    • [...] fatores como produtividade e qualidade serão melhores, mas os próprios funcionários se sentirão motivados e irão ter um vínculo mais forte com a empresa, já que sentem na pele que o investimento em seu [...]

    • [...] é um dos maiores ativos que uma empresa pode ter na execução de um projeto…  e saber motivar esta equipe não é responsabilidade do departamento de RH da empresa, e sim do Gerente de [...]

    • pedro paulo on 03/03/2010

      Caro escritor ou melhor, Caro amigo,

      Diante do assunto exposto, tenho algumas observaçoes a relatar.

      No inicio, fala-se de motivacao e nao explica o que é e como fazê-lo;
      no mesmo item, citam formas de motivacao e falam de ameaças de demissão (isso nunca foi motivar e sim desmotivar).

      Sinto muito, nao tive coragem de terminar de ler o artigo, comecei motivado e fiquei totalmente desmotivado.

      Pedro Paulo
      Adm. de empresas no DF.

    • Luiz de Paiva on 04/03/2010

      Olá Pedro,

      Não entendi muito bem sua mensagem. Você diz que eu não explico o que é motivação e como fazê-lo, mas escrevi dois tópicos específicos no texto que explicam exatamente isto.

      Sobre as ameaças de demissão, eu menciono que é uma péssima forma de motivar. No entanto, não deixa de ser uma motivação. Lembre-se que existem tanto motivações positivas quanto negativas.

      Abraços!

    • leandro on 15/03/2010

      asletras estam muito pequena aqui em meu cp affs. !!

    • Luiz de Paiva on 19/03/2010

      Leandro,

      Os navegadores atuais possuem uma forma muito simples de aumentar a página em sua tela.

      É só apertar CTRL + para aproximar, e CTRL – para afastar.

    • claudenice araujo on 19/03/2010

      É um tema muito bom e complexo, mais é; o que mais precizamos
      hoje, já que nossas decizões quase sempre são atropeladas ou ignoradas . A verdade é nos resta o motivação seja de amigos, pais , irmãos ou um chefe ela será sempre bem vindo.

    • julieta on 20/05/2010

      Muito obrigado, pelo esclarecimento, aprendi um pouco mais

    • Carlos Kalamar on 03/08/2010

      Fazer com que a equipe se mantenha motivada não é uma tarefa fácil, quando trata-se de um projeto específico seria menos complexo, porém quando temos que manter o fogo acesso todos os dias a todo tempo, aí a história muda, apesar de ser algo intrínseco acredito que é possível motivar as pessoas que estão ao nosso redor, mas exige muito treinamento, muita técnica.

      Abraço à todos!

      Carlos Kalamar

    • Tobias Molon on 05/09/2010

      A motivação da equipe é indispensável em todos os setores responsáveis pelo crescimento de uma empresa.O difícil é motivar um funcionário que fica desmotivado por um problema particular.Às vzs eu me pego sem saber o que fazer quando isso acontece… Qual a maneira correta para motivar um funcionário nessa situação? Alguém me dá uma dica?

      Abraço.

      Tobias Molon

    • Vinicius Costa on 12/09/2010

      Olá, muito esclarecedor o artigo, gostei. Estou estudando sobre Maslow e vejo que o texto ajuda-nos a tirar algumas conclusões a respeito do tema motivação… na verdade preciso pesquisar mais, pois o tema apesar de parecer simples é muito grandioso.

      Vinicius Costa
      Universitário

    • cassia on 11/10/2010

      exist algum outro conceito sobre motivação?
      eu queria a definição pode?

    • [...] é um dos maiores ativos que uma empresa pode ter na execução de um projeto…  e saber motivar esta equipe não é responsabilidade do departamento de RH da empresa, e sim do Gerente de [...]

    • Andrea Soares on 16/11/2010

      Olá, estou fazendo um TCC sobre motivação nas organizações, e gostaria de modelos de questionários motivacionais, para aplicar na empresa que vou analisar no trabalho.

      SErá que pode me ajudar?

      Obrigada

    • Elaine on 23/11/2010

      O que eu compreendi é que motivar as pessoas nas empresas seria uma “troca”. Você me dá isso que eu te dou aquilo”. O interesse das duas partes será atendido. Mas quem trabalha em setor público como em escola é totalmente diferente. Não há essa oportunidade, esse tipo de negócio. Não vejo como administrar a motivação das pessoas pois não posso fazer nenhum tipo de alternativa para os funcionários. Gostaria de ler mais sobre o assunto “motivação”para a área pública como escolas mas não sei onde encontrar.
      Abraços – Elaine

    • Thais on 05/03/2011

      Bem impactante a forma utilizada no texto acima refere-se a motivação como a ação de atender a necessidade ou desejo de algo …. é a forma de buscar … é sendo sua recompessa variada dependendo de cada pessoa, pois cada um busca-se algo diferente, já se foi o tempo onde o colaborador buscava apenas recompesa financeira … atualmente o que se deseja está além do ganho financeiro .

    • Joandson Silva on 09/03/2011

      Boa tarde, sou um jovem de 18 anos e estou faazndo um curso de audio visual, e estous desenvolvendo um projeto de criação de site com conteudo de motivação. gostaria que me ajudasse, por favor, com opniões e dicas. Obrigado.
      Atenciosamente Joandson!
      joandsonsilvadeoliveira@gmail.com
      joandsonsilva@hotmail.com

    • Aloisio Júnior on 10/03/2011

      Caro Luis de Paiva, parabéns pelo texto. Queria aproveitar a oportunidade para lhe pedir orientação em relação a uma recente motivação que estou tendo: justamente estudar sobre a motivação. Sou Capitão do quadro de cirurgiões-dentistas da Polícia Militar de Minas Gerais e tenho a intenção de montar uma palestra aos colegas e equipe de auxilares, além do corpo administrativo (são mais de 120 profissionais). Estou fascinado pelo assunto (apesar de minha formação profissional ser outra) e estou inicialmente tomando contato com as teorias de Maslow, Herzerberg, Vroom e outros. Você poderia me dar alguma dica de como conduzir o assunto? Antecipadamente agradeço atenção dispensada. Aloisio Júnior.

    • [...] projeto é um dos maiores ativos que uma empresa pode ter na execução de um projeto…  e sabermotivar esta equipe não é responsabilidade do departamento de RH da empresa, e sim do Gerente de [...]

    • Paulo do Val on 30/04/2011

      Entendo que motivação e objetividade seja intrinseco em cada pessoa, e depende das atividades desenvolvidas.
      O que percebo, nos profissionais estagnados, não é a falta de estímulo, é a frustação pessoal, desejo de mudança de rota, de rumo, ou seja, a profissão tornou-se um fardo para elas.
      Em outras atividades, essas pessoas seriam profissionais incríveis, mas a escolha inicial foi errada, e agora torna-se tarde para mudanças, pois existe a segurança profissional, familiar, uma posição na empresa, etc…
      Acredito que esses estímulos em profissionais em início de carreira apresentam melhores resultados, pois uma mudança radical ainda é possível.
      Como acredito que a motivação é intrínseca, para alguns, o desafio é fundamental, para outros muito deverá ser feito para obtenção de resultados.
      Abraços a todos

    • Jalmir Silva on 04/07/2011

      Esta tudo Errado!!!!

      Boa noite, Gostaria de pedir desculpas pela radicalidade, mas o Sr Luiz de Paiva esta equivocado e todos vocês estão concordando com uma definição errada sobre Motivação e Incentivo.

      Incentivo vem de fora, é um prêmio, o que você pode ganhar se fizer tal tarefa, se cumprir sua obrigação. Pode ser um aumento de salário, uma promoção, um emprego no final da faculdade.

      Motivação vem de dentro, vem da vontade de fazer aquilo, no prazer que te proporciona, na realização de ver tudo concluído, na satisfação de alcançar a meta.
      A motivação é você quem faz, você nã motiva as pessoas nem ninguém. você Incentiva.

    • Pollyana on 21/10/2011

      Parabéns pela clareza com que vc escreve, estou fazendo um trabalho e seu texto foi de grande importância em meu estudo. A objetividade é uma grande qualidade e vc a possui. Parabéns mais uma vez.

    • como eu fasso pra consseguir maturidade e ser bem certa na minhas atitudes e modo de falar on 10/05/2012

      maturidade se conssegue com o que quero os exenplos

    • ELIMAR RODRIGUES on 01/06/2012

      Olá, estou fazendo um TCC sobre motivação nas organizações, e gostaria de modelos de questionários motivacionais,deis de já grato elimarrj@hotmail.com

    • Gréuck Gregório on 29/06/2012

      Este tema além de ser interessante é algo totalmente discutível, ao ponto de percepção de cada pessoa, cuja qual sua realidade é baseada na sua forma de interpretação da realidade. Cada um de nós somos 75% envolvidos com a emoção e 25% com a razão. Vendo por esse ponto de pesquisa por Daniel Goleman. Tenho eu entendido que estamos em constante evolução de nos mesmos, pelo simples fato de que temos entre 50.000 a 60.000 pensamentos por dia, cuja a qual sua mente consegue apenas levar extrinsecamente o valor emocional, isso leva ao fator motivacional que por sua vez geramos dentro de nós mesmos. Pois pela percepção que cada um tem da realidade, podemos dizer que estar motivado é estar vivo. Digo mais quem controla você é você mesmo, é tão lógico que você mesmo sabe que é, mas na maioria das vezes se deixa levar, por pensamentos dos outros, 1° assuma seus erros. Se diz e vendem formulas para estarmos sempre motivados. O que você pensa ou deixa de pensar é problema seu, agora o que muitos pensam e deixam de pensar é problema nosso, porque isso? Porque querendo ou não somos seres humanos racionais e emotivos. Ex.: você está dentro de um ônibus e uma pessoa cai, nos dias de hoje é problema dela, agora se todos sofrem um acidente com esse mesmo ônibus é problema de todos. Viu que o pensamento de um não afeta, mas de todos afetam. Você pode até dizer que doido esse kara! Mas digo a você leitor, que você não entendeu nada pois não esta interpretando o que eu estou interpretando, é o seu emocional falando mais forte em dizer que o que tem haver isso com o fato da motivação. Têm tudo haver veja a razão na emoção, quebre o paradigma que esta te afogando em sua vida e tome nota de que você esta bem, você esta saudável, e não esta envolvido em acidente e não esta morto ou quase morrendo. Sua vida é agora e hoje. Você só não pode mudar o ontem e o amanhã, mas com o equilíbrio da sua emoção e com a sua inteligência racional e emocional, você poderá ver o amanhã, ou viver no automático fazendo o que sempre faz, pois você prefere estar na sua zona de conforto. Você esta vivo e a motivação é uma simples, mas simples emoção. 2° ame o seu próximo, viva para fazer alguém feliz, assim o espelho da vida vai sempre retribuir você. Pense mas pense, pense mais, e pense no que disse aqui. Esse momento é a sua passagem, para embarcar em um novo paradigma. Sua vida já é melhor do que ontem você quem não se tomou conta disso. Seja melhor a cada dia, assim você vai olhar para trás impulsionando a olhar para frente. Viva um dia de cada vez, mas com seus sonhos e projetos em foco. Essa é a melhor motivação de todos os tempos.

      Escrito por Gréuck Gregório – Administrador de Empresas, especializado em Gestão de Pessoas e Estratégia de Marketing.

    • ELIMAR RODRIGUES on 03/08/2012

      MUITO BOM O TEMA QUE VC ABORDOU ME AJUDOU MUITO GRATO….ADSUMOS

    • frank on 26/11/2012

      Um otimo meio de mostrar o que e exatamente motivaçao pois tem muitos que confundem motivaçao com estimulaçao mostra bem essas difernças gostei bastante….

    • Nelson Antonio Fonseca Silva on 28/11/2012

      Caro professor, escritor, amigo, melhor Caro Homem.
      Li com toda a atencao o texto que o senhor escreveu sobre a motivacao e desde logo fiquei a entender tudo sobre a materia que ha muito tenava compreender e nao conseguia. Agora sim, sou-lhe grato por me ter aberto o cerebro, pois agora ninguem mais me vai confundir sobre essa materia. No entanto, gostaria que me explicasse uma coisa que me atasana todos os dias que e: a desmotivacao, ou seja me de um exemplo de um caso de desmotivacao, que resulta em conflito e passa logo por frustracao. Mas quero um exemplo bem pratico, para nunca mais esquecer, como nao vou mais esquecer do que e a motivacao.
      Muito Obrigado desde ja.
      Abracos do Aluno Nelson Silva
      Estudante Universitario

    Deixe um comentário