Profissionais Mais Procurados no Mercado de Trabalho

Os 10 Mais Procurados

1.    Diretor financeiro: de acordo com o diretor do Grupo Foco, eles estão na lista dos 10 mais procurados porque são especialistas em gerenciar riscos;

2.    Diretor tributário: se for um bom profissional, pode trazer retornos consideráveis para a empresa. Reduzir custos sem sonegar.

3.    Profissionais da área jurídica: advogados, por exemplo, vêm ganhando mercado empresarial e evitando perdas das empresas com processos. Outro aspecto é a advocacia preventiva, andar na linha, negociar e ganhar sem demandas judiciais longas.

4.    Controller (controladoria): ligado à gestão de back office (associado aos departamentos administrativos de uma empresa, departamentos que mantêm nenhum ou muito pouco contato com os cliente). Mas é essencial para o sucesso da empresa.

5.    Diretor de RH (recursos humanos): para buscar pessoas com experiência, capazes de lidar com o momento de crise, e para encontrar maneiras de reter e atrair talentos. Treinar e desenvolver pessoas.

6.    Vendas/Marketing/relacionamento: o mercado para esses profissionais continua aquecido, apesar do reaquecimento do mercado;

7.    Supply Chain (responsável pelo desenvolvimento de produtos): esse profissional reduz preços e traz retorno para a empresa;

8.    Área de TI (tecnologia da informação): hoje esse profissional é mais estratégico e também traz retornos para a empresa;

9.    Analista de risco de bancos: para que as instituições possam atuar com mais segurança frente à crises;

10.    Engenharia: vai estar aquecido, uma vez que há deficit de engenheiro no país.  Foco em engenharia pesada, por causa dos investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Retrato recente

Pesquisa realizada pela Ricardo Xavier Recursos Humanos revelou que, em dezembro do ano passado, as graduações mais solicitadas eram, na sequência: engenharia, administração, ciências contábeis, economia, análise de sistemas, propaganda/ publicidade/ marketing, design, direito, tecnologia da informação, psicologia e comércio exterior. Curos técnicos (Tecnólogo de 2,5 anos, por exemplo).

Fonte: Folha de São Paulo

Tags: , , ,

6 Comentários em “Profissionais Mais Procurados no Mercado de Trabalho”

  • Boa tarde,

    Realmente o Mercado de trabalho está muito competitivo!
    Trabalho a 20 anos na área hospitalar (analista de custos, tanto para hospital como para covênios, já passei por 13 instituições)
    Atualmente, busco a area de RH Hospitalar, pois vejo um mercado promissor!
    Tanto que sou Gestora de RH e estarei concluindo a Pós em Gestão de RH este ano de 2010, para pensar em iniciar nesta área!
    Adorei a matéria!
    E estudar com certeza é a melhor forma de melhor o seu potencial e ter um diferencial no Mercado tão competitivo!
    Obrigado!
    Att,
    Cristiane

  • Cristiane,

    Obrigado pela sua participação.

    Se as empresas de sucesso são aquelas intituladas learning-organization que investem e valorizam cada vez mais o amprendizado, imagine o quanto os profissionais precisam se preparar para entrar no ritmo do Século de Conhecimento?

    Estudar é o melhor negócio.- Estudar sempre e procurar transformar conhecimento em sabedoria, e esta em requezas (material, emocional, esperitual e outras dimensões que ainda desconhecemos).

    Grande abraço, Cristiane! – E volte sempre!

  • Entre muitas reportagens sobre desenvolvimento profissional que li, sempre me deparei com a errônea equivalência entre oTecnólogo e o Técnico. Embora o Tecnólogo seja um formação de nível superior, amparado pelo Decreto 2.208/97, este profissional e comumente confundido com Técnicos.

    No caso dos Tecnólogos oriundos das FATEC´s (Centro Paula Souza – SP), estes profissionais são formados em 3200 horas, distribuidas em seis semestres, onde além da grade curricular obrigatória, é oferecido ao aluno palestras e seminários, abordando as tendências de mercado, como também sua inserção no mundo da pesquisa.

    Portanto, o Tecnólogo é o profissional com formação superior, e o Técnico é o profissional de nível médio formado em assunto específico, ex: Técnico em Segurança do Trabalho.

    Sendo assim, sugiro que os responsáveis por reportagens onde o assundo seja abordado, deixem clara a diferença entre um e outro, evitando assim que os leitores sejam mantidos no cárcere do bacharelado.

    Desde já agradeço a oportunidade,

    Att.,

    Luiz Augusto Cavalcante.

  • Luiz Augusto,
    Sua observação está clara e esclarece bem essa questão, tanto sobre a importância do tecnólogo quanto a diferença que há entre as duas formações.

    Obrigado pela sua participação aqui no TID>

    Moacir Moura

  • Muito boa a matéria. Somente faço uma critica com relação a discriminação que é feita aos tecnologos, pois com relação a lei ela é clara é nivel superior e os cursos tecnicos são os tecnico em farmacia, tecnicos em informatica que tem duração de 1 ano e 9 meses. Tirando a parte discriminatória o restante esta perfeito, pois todos sabemos que as faculdades duram em média 4 anos pq colocam no curriculo pedagógio um monte de disciplinas que não tem nada a ver com a formação, somente para tirar dinheiro e os cursos de nivel superior de tecnologos é mais especifico se aproveita mais.
    Um abraço.

  • Ola, Valter, obrigado pela sua visita aqui no TID. – Além de informar, dialogar é um dos objetivos da nossa página.

    Na sua manisfestação você esclareceu bem a questão e não deixa dúvida para nossos leitores.

    Há realmente pouca inforbraçmação nessa área de educação profissional.

    Abraço
    Moacir Moura

Deixe seu comentário

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Website
Mensagem
 
PHVsPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hZF9pbWFnZV8xPC9zdHJvbmc+IC0gaHR0cDovL3d3dy53b290aGVtZXMuY29tL2Fkcy93b290aGVtZXMtMTI1eDEyNS0xLmdpZjwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2FkX2ltYWdlXzI8L3N0cm9uZz4gLSBodHRwOi8vd3d3Lndvb3RoZW1lcy5jb20vYWRzL3dvb3RoZW1lcy0xMjV4MTI1LTIuZ2lmPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfaW1hZ2VfMzwvc3Ryb25nPiAtIGh0dHA6Ly93d3cud29vdGhlbWVzLmNvbS9hZHMvd29vdGhlbWVzLTEyNXgxMjUtMy5naWY8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hZF9pbWFnZV80PC9zdHJvbmc+IC0gaHR0cDovL3d3dy53b290aGVtZXMuY29tL2Fkcy93b290aGVtZXMtMTI1eDEyNS00LmdpZjwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2FkX3VybF8xPC9zdHJvbmc+IC0gaHR0cDovL3d3dy53b290aGVtZXMuY29tPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfdXJsXzI8L3N0cm9uZz4gLSBodHRwOi8vd3d3Lndvb3RoZW1lcy5jb208L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hZF91cmxfMzwvc3Ryb25nPiAtIGh0dHA6Ly93d3cud29vdGhlbWVzLmNvbTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2FkX3VybF80PC9zdHJvbmc+IC0gaHR0cDovL3d3dy53b290aGVtZXMuY29tPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWx0X3N0eWxlc2hlZXQ8L3N0cm9uZz4gLSByZWQuY3NzPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fY3VzdG9tX2Nzczwvc3Ryb25nPiAtICNuYXZpZ2F0aW9uIGEgew0KbWFyZ2luOiAwOw0KcGFkZGluZzogMTBweCAxMHB4IDAgMTBweDsNCndpZHRoOiBhdXRvOw0KaGVpZ2h0OiA0OHB4Ow0KZm9udDogMTdweCBHZW9yZ2lhLCBcIlRpbWVzIE5ldyBSb21hblwiLCBzZXJpZjsNCmRpc3BsYXk6IGlubGluZS1ibG9jazsNCnRleHQtZGVjb3JhdGlvbjogbm9uZTsNCn08L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jdXN0b21fZmF2aWNvbjwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2ZlZWRidXJuZXJfdXJsPC9zdHJvbmc+IC0gaHR0cDovL2ZlZWRzMi5mZWVkYnVybmVyLmNvbS9vZ2VyZW50ZS90aWQ8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19nb29nbGVfYW5hbHl0aWNzPC9zdHJvbmc+IC0gPHNjcmlwdCB0eXBlPVwidGV4dC9qYXZhc2NyaXB0XCI+DQp2YXIgZ2FKc0hvc3QgPSAoKFwiaHR0cHM6XCIgPT0gZG9jdW1lbnQubG9jYXRpb24ucHJvdG9jb2wpID8gXCJodHRwczovL3NzbC5cIiA6IFwiaHR0cDovL3d3dy5cIik7DQpkb2N1bWVudC53cml0ZSh1bmVzY2FwZShcIiUzQ3NjcmlwdCBzcmM9XCdcIiArIGdhSnNIb3N0ICsgXCJnb29nbGUtYW5hbHl0aWNzLmNvbS9nYS5qc1wnIHR5cGU9XCd0ZXh0L2phdmFzY3JpcHRcJyUzRSUzQy9zY3JpcHQlM0VcIikpOw0KPC9zY3JpcHQ+DQo8c2NyaXB0IHR5cGU9XCJ0ZXh0L2phdmFzY3JpcHRcIj4NCnRyeSB7DQp2YXIgcGFnZVRyYWNrZXIgPSBfZ2F0Ll9nZXRUcmFja2VyKFwiVUEtNTEzODU2LTIwXCIpOw0KcGFnZVRyYWNrZXIuX3RyYWNrUGFnZXZpZXcoKTsNCn0gY2F0Y2goZXJyKSB7fTwvc2NyaXB0PjwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2xvZ288L3N0cm9uZz4gLSBodHRwOi8vb2dlcmVudGUuY29tL3RpZC93cC1jb250ZW50L3dvb191cGxvYWRzLzQtbW9kZWxvXzAzLmpwZzwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX21hbnVhbDwvc3Ryb25nPiAtIGh0dHA6Ly93d3cud29vdGhlbWVzLmNvbS9zdXBwb3J0L3RoZW1lLWRvY3VtZW50YXRpb24vYmxvZ3RoZW1lLzwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX21lbnVwYWdlczwvc3Ryb25nPiAtIDczNTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX3Nob3J0bmFtZTwvc3Ryb25nPiAtIHdvbzwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX3RoZW1lbmFtZTwvc3Ryb25nPiAtIEJsb2dUaGVtZTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX3RoZV9jb250ZW50PC9zdHJvbmc+IC0gZmFsc2U8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb190d2l0dGVyPC9zdHJvbmc+IC0gPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fdXBsb2Fkczwvc3Ryb25nPiAtIGE6Mjp7aTowO3M6NjI6Imh0dHA6Ly9vZ2VyZW50ZS5jb20vdGlkL3dwLWNvbnRlbnQvd29vX3VwbG9hZHMvNC1tb2RlbG9fMDMuanBnIjtpOjE7czo2MjoiaHR0cDovL29nZXJlbnRlLmNvbS90aWQvd3AtY29udGVudC93b29fdXBsb2Fkcy8zLW1vZGVsb18wMy5qcGciO308L2xpPjwvdWw+